Posts Tagged With: dulbin

Em busca de um lar

Um dos primeiros desafios do intercambista é encontrar uma residência fixa. O estudante deixa o hostel (albergue), ou a moradia temporária, para ter seu próprio endereço. Alguns acham essa tarefa fácil, mas para nós foi um grande desafio. Tínhamos alguns critérios de escolha: quarto de casal, banheiro individual, na área central, com estrangeiros, organizado e barato. Depois de chegar aqui percebemos que estávamos querendo demais.

Pesquisamos muito nos sites daft.ie, findahome.ie e myhouse.ie onde existem inúmeros apartamentos e casas. Começamos a nossa busca logo nos primeiros dias em Dublin. Em três dias visitamos cerca de 10 moradias. Caminhávamos das 10 horas até 20 horas, foi muito cansativo. Quando estávamos descrentes que encontraríamos aquilo que estávamos procurando, surgiu uma vaga de última hora.

Existem duas comunidades no facebook: “Dublin para Brasileiros” e “Classificados Dublin”. Já tínhamos publicado várias vezes que procurávamos casa.  Foi lá que encontramos nossa vaga. Marcos deixou um recado dizendo que estava passando a vaga dele. Ligamos e agendamos a visita para as 19 horas. Enquanto isso, andamos o dia todo olhando outros lugares. De noite, já exaustos, caminhando até nosso futuro apartamento íamos conversando e depositando todas as esperanças naquele lugar sem mesmo ter visto uma foto.

Chegamos ao local, fomos bem recebidos e adoramos o apartamento. Muito aconchegante. Conseguimos quase todos os critérios que tínhamos em mente: Ótimo quarto de casal, boa localização (10 minutos a pé da nossa escola), na faixa de preço que pretendíamos pagar (550 euros pelo quarto) e morando com um estrangeiro búlgaro que fala inglês fluente. A única coisa que ficou de lado foi o banheiro individual. Mas, depois de uma semana morando aqui, percebemos que isso não é fundamental.

Uma das curiosidades dos apartamentos daqui é que os quartos não têm chave. Isso é um sinal de que não há necessidade porque um respeita o espaço do outro. Podemos dizer que somos sortudos, em três dias de busca achamos aquilo que queríamos. Nem todos tem a mesma sorte. Moramos num condomínio fechado em que precisamos passar por três portas magnéticas (que você abre apenas com chave magnética), muito seguro. Quando você achar aquilo que procura já garanta a vaga. Em questão de uma hora outra pessoa pode fechar com o proprietário. Viver aqui está sendo ótimo para o nosso aprendizado. Quem tiver a oportunidade, more com estrangeiros. Claro, esteja aberto para aceitar a diferença cultural. Mas com certeza você aprenderá mais rápido. Toda noite sentamos na sala e conversamos com Georgi. Uma conversa engraçada, com mimica e google tradutor, mas que já nos rendeu boas aulas de inglês.

Procurar casa é sim uma tarefa difícil e muito cansativa, mas esteja determinado que você encontrará aquilo que quer.

Anúncios
Categories: Uncategorized | Etiquetas: , , , , | 15 comentários

Site no WordPress.com.